Projeto Semear será desenvolvido em diferentes formatos para produzir conhecimento

Diante de um auditório lotado, Roberta Costa, superintendente da Escola de Governo lançou ontem (11/4) o Projeto Semear afirmando que "estamos vivendo a era do conhecimento e este é um dos ativos mais valiosos que existem. Os recursos são finitos, mas o conhecimento não. Quanto mais utilizado, mais praticado, mais compartilhado, mais ele se expande."

E é neste contexto, de expansão do conhecimento, que a Escola de Governo, além dos cursos tradicionais da grade de programação vai oferecer durante todo o ano, eventos temáticos com conteúdo diversificado, atualizado e instigante. Serão eventos em formatos diversos e pensados especialmente para informar, impactar, despertar e principalmente para inspirar os servidores.

O Projeto Semear traz no nome a síntese das ações que serão por ele desenvolvidas. São seminários, encontros, mediações, exposições, alinhamentos e rodas de conversa oferecidos com propósito de espalhar o conhecimento e lançar sementes ao maior número de interessados.

Os seminários poderão ter um ou dois dias de duração, com multiconteúdo e com a frequência de pelo menos um por semestre. Já os Encontros temáticos serão realizados tendo um conteúdo ou tema específico e com a periodicidade de um por mês.

As mediações foram pensadas como painéis ou debates e os alinhamentos como sendo orientações e diretrizes para públicos específicos, trabalhando um conteúdo mais institucional.

As exposições abrem a possibilidade de utilização dos espaços da Escola para dar oportunidade aos servidores de mostrarem seus talentos artísticos e as rodas de conversa serão eventos mais informais, que os próprios servidores poderão se utilizar para a discussão de temas, podendo dessas conversas surgirem projetos interessantes para o Estado.

O evento de abertura do Projeto Semear foi um Encontro Temático, cuja palestra ‘Dilemas Institucionais da Democracia: os Desafios das Relações entre os Poderes’ foi proferida pelo secretário da Administração (SEAD) Pedro Sales que suscitou entre os participantes reflexões sobre as complexas e peculiares relações entre os poderes na democracia brasileira.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.